Eu e o Maurício Rett, cartunista que conhecia este site antes de me conhecer pessoalmente, só me via pelos desenhos daqui. Então, num belo dia de Abril de 2006 (correção: numa bela noite), fui a uma exposição de fotografias (conjugada com uma amostra de "originais" de pinturas digitais) com o Danibê e lá, sou abordada por ele, até então um estranho, que me aparece com essa: "você é a garota do Leal!". Putz, meu namorado estava lá comigo, como assim a "garota do Leal?", eu sou a garota do meu namorado, ô cazzo! Mas aí caiu a ficha, ele estava se referindo a este site aqui!!! Hahaha, mal-entendido resolvido, até tiramos uma foto (que foi a que originou a versão desenho exposta acima), ficamos amigos e ele prometeu fazer um desenho meu pra colocar na seção outros artistas. Pensei que era só mais uma dessas promessas de língua comprida, mas não, olha só, tempo depois recebo em meu e-mail o desenho prometido, o qual pode ser visto clicando na figurinha ao lado! Obrigada, Rett!

Abaixo, que fotografia é essa!? (a que eu estou vendo, indecifrável por uns 2 minutos, confusa por uns 5 e para sempre linda)

Acima, que fotografia é essa?! (que tiraram de mim, sem propósito por meses, e finalmente matriz para o desenho, agora)
Acima, apontando a verdade da arte. Sim, gente, eu a vi! Se você não a viu ainda, até hoje, busque, em todo lugar, ela demora, mas aparece. Este tipo de verdade às vezes é óbvia, e às vezes fica ofuscada pela obviedade de outros pormenores. Prestem atenção e tentem experimentar outras interpretações. Acho que assim, em algum momento, a coisa acontece. Nesta exposição eu vi fotografias tão bonitas, e tão bem sintonizadas com as músicas escolhidas pra rolar no evento, que foi uma baita experiência.
Acima: "oi, como vai?"
.. se você chegou a esta tela e não vê o menu de navegação no alto,
clique no botão ao lado para abrir o site desde o princípio. ...>